Acerca de

Sistema de irrigação

Análise territorial para o desenvolvimento da agricultura irrigada no Brasil

(2014-2015) Este estudo de modelagem espacial com cobertura nacional considerou a área agrícola irrigada e a adicionalmente irrigável do Brasil no contexto de sua governança pública e privada, contemplando a dimensão física do processo (p.e. vazão dos rios, regime natural de chuvas, produtividade agrícola) em combinação com temas ambientais, sociais e econômicos. 

 

As representações simplificadas e agregadas dos muitos temas tratados através de chaves classificatórias e os produtos oferecidos para a execução da metodologia desenvolvida permitem a usuários não especializados entender de forma narrativa os resultados, além de gerar e testar cenários sem compromisso com o caráter quantitativo dos métodos e a representação espacial precisa das variáveis. Nestes aspectos, o estudo é pioneiro. 

 

Da área irrigada, atualmente, 37% (2,2Mha) conta com a possibilidade de expansão pelo esgotamento da água disponível em suas bacias. Outros 44% (2,7Mha) da irrigação estão em regiões em que há importante possibilidade de expansão, mas fora de áreas de prioridade de intervenção pública. As áreas em que há possibilidade de expansão e justificam intervenção pública mais expressiva visando o desenvolvimento sustentável regional representam 19% da área irrigada (1,1Mha) e contém 36% da capacidade adicional de área irrigável (27Mha). Cabe destacar que esse estudo, na forma de seu Relatório Técnico Final, passou a fazer parte integrante do Plano Nacional de Irrigação, por meio da Portaria nº 115, de 18 de junho de 2015, do Ministério da Integração Nacional.

analise_territorial (1).jpg