Acerca de

Fazendeiro usando chapéu de palha

Análise territorial e políticas para o desenvolvimento agrário

(2013) O estudo buscou construir um modelo espacialmente explícito de conversão de variáveis sintéticas, de interesse para o desenvolvimento agrário, sendo elas: as características econômicas da agricultura; a renda da população; a aptidão agrícola das terras para a produção; e os elementos de conservação ambiental. Esse modelo foi convertido em um sistema de consulta automatizado, visando o uso gerencial dos dados produzidos pelos dirigentes do então Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). 

 

O sistema é composto de 4 módulos:

 

1) sistema de processamento dos recortes - planilha adequada ao processamento das bases de dados e variáveis de recorte do modelo (biomas, demarcação da fronteira agrícola e classes de uso), que disponibiliza o resultado da combinação proposta pelo usuário de acordo com as diferentes classes territoriais;

 

2) informações agrárias estratégicas por município - voltado para a disponibilização de informações de interesse para a política agrária de cada um dos municípios brasileiros, com informações extraídas do Censo Agropecuário, referentes aos números de estabelecimentos e área da agricultura familiar e da não familiar, as extensões de terra de cada uma das quatro variáveis, dados de fronteira agrícola, biomas e classes de uso das terras, informações quanto a micro e a mesorregião de inserção do município e dados do preço das terras;

 

3) processamento de informações estratégicas para conjuntos de municípios - aplicativo que permite uma consulta das informações de classes territoriais para um conjunto de municípios; 

 

4) análise de vínculos - possibilita identificar a correlação entre as ações governamentais implementadas pelo MDA e as classes territoriais, permitindo ao usuário, de forma interativa, avaliar se o direcionamento da ação está ocorrendo nos municípios prioritários.

analise territorial para desenvolvimento agrario11 (1)_edited.jpg