Acerca de

GPP 29.jpg

Guia Metodológico das Avaliações dos Programas da Secretaria de reordenamento Agrário

(2006-2008) A série “Estudos de Reordenamento Agrário” foi desenvolvida com o propósito de divulgar estudos e pesquisas voltados para temas de reordenamento agrário no Brasil. O quinto número da série consiste em um Guia Metodológico das Avaliações dos Programas da Secretaria de Reordenamento Agrário do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SDA/MDA) e apresenta a descrição das metodologias utilizadas nas avaliações publicadas nos três últimos volumes da série. 

 

Essas avaliações foram realizadas por diferentes instituições acadêmicas que assumiram a tarefa de avaliar os programas desde a elaboração da metodologia, passando pela pesquisa de campo, até a análise final. A importância de realizar avaliações com metodologias bem elaboradas, como as que são apresentadas neste Guia, consiste em fornecer maior confiabilidade aos resultados obtidos e permitir, assim, uma intervenção mais efetiva sobre a realidade do público beneficiado pelas políticas públicas. Isso é possível porque a metodologia de uma avaliação de impacto, diferentemente de um simples diagnóstico, permite estimar as mudanças provenientes de um programa de política pública, não levando em consideração as demais influências externas que possam interferir na vida dos beneficiários.

 

A avaliação de impacto auxilia o monitoramento e o planejamento das políticas públicas, devido ao fato de gerar informações que respaldam a tomada de decisão referente a focalização, funcionamento, operacionalização, bem como a relação custo-benefício do programa, contribuindo para a qualidade das ações governamentais. 

 

O Capítulo 3 do Guia diz respeito à metodologia empregada na Avaliação de Impacto do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), realizada pela Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), via Grupo de Políticas Públicas (GPP). Neste capítulo é apresentada a metodologia utilizada no perfil de entrada dos beneficiários, com objetivo de avaliar o impacto do programa sobre as famílias.

 

Link Relacionado: Guia Metodológico - estudos de reordenamento agrário

guia metodológico10_edited.jpg