Potencialidades e limitações dos biomas são tema de estudo do GPP com Sebrae

*Publicado originalmente no site da FEALQ

Resultado de estudo conduzido pelo Grupo de Políticas Públicas da Esalq/USP, por meio de parceria entre a Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e o Instituto Fórum do Futuro, o livro “Biomas Brasileiros: Potencialidades e Limitações para o uso Agropecuário” organiza e sistematiza, de forma espacializada e didática, o conhecimento científico sobre a Amazônia, a Caatinga e o Cerrado, com conteúdo para se tornar referência no planejamento sustentável nos diferentes territórios.

Segundo as pesquisadoras Simone Ranieri e Marcela Araujo, do Grupo de Políticas Públicas (GPP-Esalq), a necessidade de se conhecer a fundo os biomas para orientar o aumento da produção de alimentos sob bases sustentáveis motivou a realização do projeto. “A interface agricultura/meio ambiente tem ganhado cada vez mais destaque em publicações nacionais e internacionais, em função do importante papel desempenhado pelo setor agropecuário na economia e de sua influência na configuração do espaço rural e no uso dos recursos naturais. As informações levantadas no estudo e apresentadas no livro fornecem uma visão sistêmica das potencialidades e limitações dos biomas tropicais para uso agropecuário, servindo como base para o planejamento e transformação setorial sustentável nos territórios”, afirma Simone.

A obra traduz, em linguagem simples, conceitos que podem apoiar o trabalho de pesquisadores, produtores rurais, gestores, empreendedores e outros profissionais ligados ao agro. “Divulgamos no livro os principais resultados do estudo, apresentando destaques para cada bioma, como uso e cobertura da terra, aptidão agrícola, área irrigada e com potencial para irrigação, participação do Valor Adicionado Bruto da agropecuária sobre o total, infraestrutura, tipos de estabelecimentos rurais, conectividade e cobertura da assistência técnica aos produtores”, detalha Marcela.

Demandado pelo Sebrae em 2020, como parte do Projeto Biomas Brasileiros e Desenvolvimento Sustentável, o estudo foi desenvolvido entre outubro de 2020 e junho de 2022, por meio de intenso processo de levantamento, análise e espacialização de dados quantitativos e qualitativos. O livro foi produzido no final de 2021, através de compilação, sistematização e tradução de conceitos e resultados relevantes, feitas pela Zabelê Comunicação, sempre com assessoria técnica da equipe executora do estudo. A coordenação geral é do diretor da Esalq/USP, professor Durval Dourado Neto, e de Victor Rodrigues Ferreira pelo Sebrae.

PARA BAIXAR É possível baixar o livro “Biomas Brasileiros: Potencialidades e Limitações para o uso Agropecuário” na íntegra clicando aqui. Todas as informações contidas na obra também estão disponíveis na plataforma Data Sebrae – clique aqui para acessá-las.